O que significa dizer Vencer na Vida? Você já parou para pensar sobre isso?

Por muitos anos ouço dizeres de que, para ser um vencedor nessa vida, é preciso possuir um bom diploma universitário, conquistar um excelente cargo na empresa, ter uma conta bancária no mínimo razoável, conhecer diferentes países, falar mais de um idioma, ter um bom carro, nunca desistir, ser visto pelo maior número de pessoas, etc… etc… Como resultado desses padrões sociais fortemente estabelecidos, vemos pessoas sofrendo porque jamais atingiram (ou jamais atingirão) metade dos requisitos para que seja como o suposto “vencedor”. A situação torna-se ainda mais caótica quando a massa decide ser uma vencedora a qualquer custo; relembrando aqui que “a qualquer custo” significa “fazer exatamente tudo em prol da vitória”, ainda que para isso seja necessário causar dores e prejuízos aos demais. O problemas são quase que imensuráveis. O mais grave é o fato de que pessoas esquecem-se de que são, sobretudo, seres humanos e passam a agirem como fantoches na mãos de uma tirania incansável.

Mesmo assim, cabe aqui um lembrete – há um pequeno grande detalhe que muda tudo: quando escolhemos o caminho para sermos vencedores o fazemos de forma extremamente equivocada! Vencer na vida, na forma como acredito, consiste em “assistir ao velório dos nossos defeitos antes que eles assistam ao nosso próprio velório” (frase dita por um sábio, do qual não me recordo o nome). Ou seja, vencer na vida está relacionado ao “ser”, não ao “ter”. Venceremos na vida a cada vez que reconhecemos nossos próprios defeitos e com dedicação e esforço persistente os dominamos e – se possível – os eliminarmos. Faça uma reflexão: é possível uma pessoa ser considerada perdedora se ela eliminar de si o egoísmo? Não seria uma vitória muito mais real a aquisição desses valores ao invés de milhões de dólares?

Sempre digo uma coisa, e a repetirei aqui: “A sociedade prefere o caminho mais fácil e menos reflexivo ao caminho da verdade“. Pensar filosoficamente e ser um fator de soma na vida das pessoas é uma tarefa difícil , mas possível; isso requer esforço e pode causar dores e, até, desconfortos, mas vale a pena. Porém, quem está interessado nisso? Quem quer escolher o caminho do bem no mundo qual vivemos? Eu quero! Eu serei!

Seja você a esperança da vida! O mundo precisa de seres humanos! Saia da zona de conforto. Trilhe o caminho certo!

Andreone Teles Medrado
(Devaneios Filosóficos)

 

#VocêJáParouParaPensar?